A minha matéria de hoje na Anda é sobre a dupla Roberto e Tikinho (foto) q moravam nas ruas de Moema (SP). É uma bela história q escolhi para ilustrar um evento que acontece nesse domingo e prestará assistencia medica aos carroceiros e veterinária aos seus cães, inclusive, encoleirando-os contra a leishmaniose. Se vc conhece um carroceiro que tem cães passe a ele essa dica. Serão vários serviços gratuitos. Leia materia completa em http://www.anda.jor.br/01/06/2012/caes-de-carroceiros-recebem-atendimento-veterinario-gratuito-em-sao-paulo

Roberto e Tikinho foram homenageados no MI-AU BOOK & CIA - Um Livro Pet-Solidário, na seção "Amigos vivendo nas ruas". Tikinho morreu um ano após o lançamento do livro, em 2011. Roberto faleceu há um mês. Foi encontrado morto numa manhã. Ele já tinha outro cachorro chamado Zorro que foi adotado por uma moradora da região onde ele vivia. Roberto ganhou uma missa de sétimo dia de outro morador. A dupla ficou bastante famosa e provou como é forte a amizade nas ruas entre homeme e cão.

Convido-os para o segundo episódio da série MATADORES DE ANIMAIS – Assim começa a carreira de um psicopata: http://www.anda.jor.br/28/05/2012/a-medicina-a-servico-da-morte-a-enfermeira-que-matou-a-yorkshire-lana

No capítulo de hoje chamado “A Medicina a serviço da Morte” apresento alguns assassinos em série que aproveitaram-se de suas profissões como médicos e enfermeiros para matar. Também resgato a história da enfermeira que, no Brasil, torturou e matou uma frágil yorkshire e cujo perfil se assemelha a dos psicopatas temporários. E o que dizer do talvez mais cruel de todos, Jeffrey Dahmer, que torturava, estuprava e ainda mutilava e comia suas vítimas? Na infância Dahmer decapitava cães e ratos. O serial killer chegou a trabalhar como paramédico. O objetivo da série é alertar a polícia, autoridades,  mídia e a sociedade em geral sobre o alto grau de periculosidade dos matadores de animais tanto para os bichos quanto para crianças e pessoas indefesas que, numa segunda etapa, podem se tornar suas vítimas.

O primeiro capítulo falou sobre a americana Brenda Lee (que aos 16 anos matou 2 adultos e feriu 9 crianças) e a brasileira Dalva Lima da Silva que confessou matar animais há pelo menos um ano com injeções letais, somando a morte de mais de mil animais saudáveis e adotáveis. O primeiro capítulo foi curtido por mais de 1.650 pessoas, o que pode significar o interesse de leitura pelo triplo disso. Tb recebeu mais de 70 comentários.

Abaixo Jeffrey Dahmer:

 

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, Viagens, Livros
Visitante número: